Quem já tem um diploma de licenciatura e quer fazer uma segunda graduação em Pedagogia pode aumentar as possibilidades de captação de aulas em diversas escolas. Isso porque o pedagogo é o profissional que planeja e organiza passo a passo os processos educacionais, algo muito necessário nas instituições de ensino.

O pedagogo pode trabalhar em qualquer mercado onde a atribuição central seja a educação. Ele pode desempenhar cargos na docência, coordenação de equipes, gestão de escolas e, também, promover diversas atividades e acompanhamentos no ramo da educação.

Outra sugestão de atuação para quem opta por uma segunda graduação em Pedagogia é auxiliar na criação, análise e revisão de materiais didáticos diversos, como livros, vídeos, ambientes virtuais de aprendizagem e até programas de computador. Em resumo, tudo o que tem a ver com educação pode ser uma aposta de carreira daqueles que escolhem a Pedagogia como segunda formação.

Como é o atual mercado de Pedagogia?

Hoje, um pedagogo pode atuar em escolas, sistemas de ensino governamentais ou privados, assessoria de fundações e ONGs e consultoria para empresas e governos. Além disso, pode também ser consultor ou relator de políticas públicas voltadas para a educação, que é a maior prioridade – e, ao mesmo tempo, o maior desafio – do Estado brasileiro.

Para trabalhar no mesmo mercado onde estão inseridos mais de 1,3 milhões de pedagogos, isso só no Brasil, é preciso ter um diploma, sendo ele de primeira ou segunda graduação em Pedagogia.  

A profissão ainda não é regulamentada, mas suas atribuições são bem claras, assim como seus planos de carreira e suas projeções salariais. Dados do SINE mostram que a média mensal de ganho inicial de um pedagogo é de R$1.600, com escalada para R$3.200 a profissionais que tenham uma pós-graduação (e sejam, assim, especialistas em Pedagogia).

O salário médio mensal de profissionais de Pedagogia com pós-graduação pode chegar a R$6 mil, dependendo da empresa ou organização onde o pedagogo irá atuar. No início de carreira ele poderá dar aulas e exercer diversas atividades dentro de escolas públicas e privadas, mas pode continuar ampliando essa escolha em qualquer momento da carreira, principalmente se tiver uma segunda graduação em Pedagogia.

Dicas para ampliar as chances de dar aulas

O licenciado que escolhe a segunda graduação em Pedagogia já está um passo a frente na possibilidade de aumentar sua carga horária dentro das escolas. Mas, além disso, o profissional tem outras opções para continuar a se aperfeiçoar e ser disputado pelo mercado de trabalho.

A primeira delas é continuar estudando: especialização e carreira acadêmica sólida, com mestrado e doutorado, ampliam o campo de trabalho de alguém que queira trabalhar com educação.

A segunda é ter o máximo de experiências possíveis em outras áreas da Pedagogia, como a gestão de instituições, áreas relacionadas à educação dentro de empresas que atuem em outros ramos e, até mesmo, a gestão de Recursos Humanos. Todas essas possibilidades podem dar uma ajuda no currículo do pedagogo que quer dar mais aulas daqui pra frente, em qualquer ciclo de ensino.

Deixe uma resposta