Para ser um bom professor e marcar a vida estudantil de um aluno, não há alternativa senão dominar a arte do ensino. Ensinar significa desenvolver uma visão, uma emoção ou um estado de espírito capaz de encantar e estimular o aluno.

O ensino e aprendizagem acontecem em várias situações e ambientes. No ambiente de trabalho, como por exemplo, é possível ensinar colegas recém-contratados. Acompanhe este post e conheça três diferenciais que compõem um bom professor, dentro ou fora da sala de aula.

1º Gostar de ensinar e o fazer com facilidade

Um bom professor faz da arte do ensino parecer algo fácil. No entanto, todos nós sabemos que não é. Podemos saber, de forma cognitiva, que o que eles fazem não é fácil, mas eles parecem fazê-lo tão sem esforço que somos atraídos a pensar que não é grande coisa  até tentássemos nós mesmos.

Uma pessoa não é capaz de apreciar plenamente isso até que se torne um professor e descubra o quão fácil é fracassar em frente à sala de aula.

2º Senso de humor

Muitas vezes são até chamados de comediantes pelos seus alunos, mas o fato é que eles não levam a si mesmos ou a sua matéria muito a sério. Poucas coisas são mais difíceis do que os membros do corpo docente que pensam que são muito mais inteligentes do que qualquer outra pessoa da sala.

Bons professores têm uma ótima inteligência autodepreciativa, muitas vezes fazendo piadas às suas próprias custas e, mesmo algumas vezes, iluminando seu assunto. Ser engraçado, e fazer uso de uma dose de humor às vezes ajudam os alunos a compreender material mais facilmente.

3º Professores criativos

Bons professores estão sempre dispostos a criar novas ideias ou a tentar coisas novas. “Inovação” é uma palavra-chave hoje em dia, mas o termo parece aplicado quase que exclusivamente ao uso da tecnologia. Bons professores entendem que cada turma ou aluno, tem sua própria forma de aprender, então buscam criativamente diferenciar sua maneira de ensinar.

Os melhores professores são verdadeiramente inovadores, buscando formas criativas para ajudar seus alunos a internalizar o que está sendo ensinado. O que faz desses professores inovadores não são as ferramentas ou a tecnologia, mas as suas mentes.

um bom curso de pedagogia

 

 

10 comentários

Deixe uma resposta