Uma das melhores formas de melhorar a educação na escola é investir em profissionais que entendam profundamente os processos de aprendizagem para que, desta forma, possam sugerir melhorias significativas na área. Por isso, é importante ter um diploma na área de psicologia da educação. Além de encontrar um mercado que tem portas abertas para bons profissionais, olhar para o ambiente escolar com carinho é uma boa forma de deixar a sua marca no mundo.

Seus benefícios melhoram a vida de muita gente e vão além da nossa compreensão. Acompanhe este post e entenda a importância da psicologia da educação para um ensino e aprendizagem de qualidade

A psicologia na educação

A psicologia estuda os processos mentais e o comportamento humano, sendo uma ciência crucial para o ensino. Daí vem à junção entre às duas áreas, formando a psicologia da educação e trazendo para as escolas profissionais capazes de ler diferentes cenários de aprendizado.

Mais do que habilidades técnicas, um psicólogo da educação precisa ter vocação para trabalhar na área. Afinal, um dos principais motivos pelo qual a área existe é sua capacidade de compreender comportamentos dentro do ambiente escolar e entender de que forma eles afetam o aprendizado.

Nem todo mundo, no entanto, consegue lidar com essas questões com facilidade. É preciso ter jogo de cintura, perspicácia, paciência e sensibilidade para entender, de fato, como a psicologia da educação pode ser aplicada para gerar melhorias nos ambientes de ensino.

Aplicação do conhecimento

Essa é uma área abrangente da psicologia e vai tratar bastante de recursos que podem ser utilizados para melhorar a compreensão dos processos de ensino na vida das pessoas. Isso significa estudá-las em diferentes fases da vida, desde a infância à velhice, incluindo todos os momentos em que aprender pode ficar mais fácil ou mais difícil.

Um psicólogo da educação consegue perceber com facilidade habilidades mentais e papéis sociais de cada aluno em sala de aula, além da formação das linhas de raciocínio. Crenças e valores pessoais também são considerados na hora de entender como o aprendizado se desenvolve em cada mente.

Psicologia educacional x psicologia escolar

A psicologia da educação pode se dividir em diferentes frentes, sendo duas delas a psicologia educacional e a psicologia escolar. A psicologia educacional é uma área que visa compreender todos os fenômenos psicológicos envolvidos no processo educativo, enquanto a psicologia escolar é o campo de atuação profissional, e não a ciência propriamente dita.

Para alguns teóricos, os psicólogos educacionais são responsáveis por dedicar esforços à investigação e produção do conhecimento, enquanto os escolares vivem a rotina diária de uma instituição de ensino, ao lado da psicopedagogia. Assim, a psicologia educacional seria melhor colocada como área do conhecimento. Que, por sinal, gera muitas oportunidades. Quem faz psicologia da educação também consegue atuar nas seguintes frentes:

  • Políticas públicas educacionais;
  • Inclusão de pessoas com necessidades especiais nas escolas tradicionais;
  • Avaliação psicológica;
  • Gestão;
  • Formação continuada de professores.

Mercado de trabalho e faixa salarial

Segundo a pesquisa salarial realizada pelo site Catho, a média salarial de um profissional formado em psicologia da educação é R$ 2.012,00. No entanto, é bom que se lembre de que as médias são apenas médias e que o salário final do profissional está sujeito a inúmeros fatores como: experiência profissional, a região do país em que a empresa está localizada e o porte da empresa empregadora. Segundo o Site Nacional de Empregos (SINE) um psicólogo educacional Sênior, no auge de sua carreira, pode ganhar até R$ 6.000,00

Formação e especialização

A base educacional de um bom profissional nesta área é a graduação em psicologia ou pedagogia. O curso deve ser de qualidade e com aprovação do Ministério da Educação (MEC). No entanto, para que sua entrada no mercado seja realmente dinâmica, torna-se necessário que você possua um curso de pós-graduação na área. Um dos cursos que capacita você para trabalhar com psicologia da educação é a Psicopedagogia Clínica e Institucional.

O objetivo deste curso é compreender e intervir na aprendizagem, buscando a formação do profissional para que domine os conhecimentos relacionados aos fenômenos “ensino” e “aprendizagem”, e tenha, sobretudo, a sensibilidade para captar e considerar as relações que os sujeitos estabelecem com o seu meio de interação. O curso busca, também, subsidiar a prática de intervenção psicopedagogia, no processo de aprendizagem e suas dificuldades junto à criança, ao adolescente, ao jovem, ao adulto e ao idoso, em vários contextos.

Gostou da profissão e de suas possibilidades? Então não espere mais para se especializar em uma pós-graduação na área de psicologia da educação.

1 comentário

Deixe uma resposta